Com aumento de casos de coronavírus, Rio entra em estágio de alerta

0
24

O município do Rio de Janeiro entrou nesta segunda-feira (16) em estágio de Alerta, devido ao aumento do número de casos do novo coronavírus. De acordo com o Centro de Operações (COR), equipes da prefeitura permanecem atuando na prevenção e contenção do contágio. Os casos estão sendo monitorados por um gabinete de crise.

O boletim divulgado hoje à tarde pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio informa que o estado já registrou 31 casos confirmados de Covid-19 e 94 suspeitos. Dos confirmados, seis foram notificados de ontem (15) para hoje.

A maioria das pessoas infectadas pelo vírus está na capital, Rio de Janeiro, com 29 casos.  Niterói e Barra Mansa registraram um caso cada. Um dos pacientes, um médico de 65 anos, está internado em estado gravíssimo em um hospital particular. Os demais estão em isolamento domiciliar, apresentando estado de saúde estável. A secretaria esclarece ainda que registrou os primeiros casos de transmissão comunitária na capital fluminense.

O Estágio de Alerta é o quarto nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências graves impactam a cidade ou há incidência simultânea de diversos problemas de médio e alto impacto em diferentes regiões.

Medidas adotadas

-A prefeitura do Rio não vai conceder licenças para eventos que causem grandes aglomerações, e vão continuam suspensas as férias de funcionários da área da saúde e assistência social.

– As aulas nas escolas da rede municipal de ensino permanecem suspensas, a partir de hoje. Os refeitórios continuam abertos para o almoço a partir das 11h às 13h para atender aos alunos que queiram almoçar nas escolas da rede municipal de ensino.

-A prefeitura também determinou que estão suspensas atividades nas Casas de Convivência, cinemas, teatros, lonas culturais e museus da capital.

-O município do Rio de Janeiro recomenda que pessoas com baixa imunidade (asma, pneumonia, tuberculose, câncer, renais crônicos e transplantados) evitem sair de casa e que a população, de um modo geral, evite frequentar cinemas e teatros particulares.

-A prefeitura está recomendando jornadas de turnos de trabalho alternativos para empresas, com o objetivo de evitar a superlotação nos transportes coletivos. E, sempre que possível, o trabalho em casa. O setor público deverá adotar o mesmo princípio de escala.

PM alerta à população

A Polícia Militar do Rio de Janeiro divulgou que, desde a manhã de hoje, policiais militares estão atuando em toda a orla da Cidade do Rio de Janeiro e em locais de grande concentração de público, visando conscientizar a população contra o novo coronavírus. Os alertas estão sendo feitos por sirenes das viaturas, para chamar a atenção das pessoas para que colaborem no sentido de combater a pandemia.

As sirenes foram acionadas pelos militares em patrulhamento nas ruas de Copacabana, na zona sul, o bairro com maior número de pessoas idosas do Rio, e no Complexo de Favelas da Maré, zona norte do Rio. O complexo é formado por 16 favelas e tem mais de 139 mil moradores, de acordo com o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na Maré, as patrulhas que circulam pela comunidade anunciaram pelo alto-falante “Troque o medo pelos cuidados. Previna-se contra o coronavírus. Evite aglomerações”.

Em Copacabana, o serviço de alto-falante das viaturas dizia “Se cada um fizer a sua parte nós vamos virar o jogo. A PM está trabalhando duro para conscientizar a população, mas lembre-se: a responsabilidade também é sua. Podemos contar com você?

MetrôRio

A concessionária MetrôRio anunciou que está adotando novo protocolo de limpeza, com reforço de equipes e ações de higienização nas composições e estações, como medida preventiva contra o novo coronavírus. Desde a semana passada, equipes de limpeza estão atuando embarcadas nas composições durante a operação, limpando, também durante as viagens, as áreas comuns no interior dos trens com álcool em gel e produto bactericida. A limpeza é realizada nos bancos, pisos, tetos, balaústres, paredes e vidros de todas as composições.

Além disso, a concessionária também está veiculando campanhas educativas produzidas pelos órgãos de saúde a fim de orientar os passageiros e colaboradores.  

Fonte: Agencia Brasil
http://agenciabrasil.ebc.com.br