Governador decreta luto oficial no Rio por morte de policial militar

0
126

O governador Wilson Witzel decretou ontem (20) luto oficial de três dias pela morte do cabo da Polícia Militar Leandro Augusto Corrêa, lotado no 21º batalhão (São João de Meriti).

O policial foi atingido no braço e no tórax por tiros disparados por criminosos que estavam em um carro roubado, na noite de domingo (19), na comunidade do Dique, em São João de Meriti, Baixada Fluminense. Levado para o Hospital Municipal de Belford Roxo, ele não resistiu aos ferimentos.

O cabo tinha 37 anos e deixa dois filhos. Desde o início do ano, três policiais militares morreram no Rio, vítimas do crime organizado.

Em nota, o governador disse que “infelizmente, tivemos que sepultar mais um policial militar que morreu no exercício de suas funções. Sabemos das dificuldades de enfrentar o crime organizado, 2019 foi um ano em que reduzimos sensivelmente a criminalidade, para que cada vez menos tenhamos que ver mortes como a do cabo Leandro Augusto Corrêa, que honrou a farda defendendo a sociedade. Quero prestar minha solidariedade à família e a toda a Polícia Militar nesse momento doloroso”, afirmou.

Outra vítima foi o 2º sargento da Polícia  Militar, Max Freitas da Silva, que estava de folga e foi assassinado na noite da última quarta-feira (16), por volta das 21h, dentro do Shopping São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Ele foi atingido por um assaltante armado, após presenciar um roubo numa loja no shopping.

O policial teria reagido ao assalto, e foi morto com um tiro pelas costas, por um dos dois assaltantes. O agente morreu no local. Os criminosos levaram a arma da vítima.

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia está oferecendo R$ 5 mil a quem der informações que levem à prisão dos criminosos. O anonimato é garantido. O telefone do Disque Denúncia é (21) 2253-1177.

No terça feira passada (15), o cabo PM Leandro Jorge Cardoso Salomão, de 31 anos, foi morto por dois criminosos que tentaram roubar a moto do militar, na Rua 24 de Maio, no bairro do Méier. O militar tentou fugir, acelerando a moto, mas acabou morrendo na hora. O policial não estava armado.

Feridos

Dois policiais militares também ficaram feridos, um deles, o sargento Carlos Henrique Maillard Araújo foi assaltado na Avenida Jornalista Roberto Marinho, em São Gonçalo, região metropolitana do estado. Ele está internado com o quadro de saúde estável. O cabo Elias Figueiredo Maciel estava de carro pela Rua Bulhões Marcial, em Vigário Geral, na zona norte, quando foi abordado por bandidos. Ele foi atingido por dois tiros no abdômen e  levado às pressas para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias, onde está internado e seu estado inspira cuidados.

Fonte: http://www.ebc.com.br